Carlos Careqa

fotos de Edson Kumasaka
1. Nome, idade e ocupação:
Carlos Careqa, 47, musico e ator.

2. Por que você faz o que faz, qual a satisfação que te dá?
Tantas vezes já pensei e sair dessa. Quantas vezes me vi angustiado fazendo o que faço. Mas sinto que não tenho muitas saídas. Gostaria de ter estudado medicina, engenharia ou mesmo ter terminado o meu curso de Direito, que parei no segundo ano.
A música, me pegou de jeito. Gosto de compor canções. Ando em débito com elas, mas gosto muito. Gosto de estar no palco, fazer as pessoas refletir sobre determinado assunto. Gosto de pensar e de fazer pensar. Isto me dá prazer.

3. Onde você gostaria chegar com sua ocupação? Qual o máximo que gostaria de atingir, ainda que fosse utópico?
No momento gostaria de fazer mais shows, pelo Brasil mesmo. Não tenho grandes planos. Ter uma agenda razoável, não muitos shows, apenas o razoável.

4. Que outra coisa acha que poderia fazer se não fizesse isso? Acredita na idéia de vocação (“Nasci para isto”)?
Acredito sim. Vocação, ser chamado. Acho que fui chamado para isto. Mas gostaria de ter uma ocupação que mexesse menos com a vaidade. Mas isto sim é utópico... hehehehe.

5. Que outra coisa você não suportaria fazer?
Quebrar pedras, Carregar sacos de cimento... tanta coisa.

6. Você se preocupa com a transcendência do seu trabalho? Gostaria de alcançar a fama e a glória?
Mais ou menos. Gostaria somente de ser mais ouvido. Fama e glória não pertence muito a gente. No futuro ninguém sabe o que acontecerá.

7. Você acha que gênios existem? De onde vem sua capacidade especial?
Acredito que tem gente muito talentosa, e por isso se tornam gênios. Mas no meu caso, acho que tudo vem de um certo trabalho e também de uma certa preguiça...
Não acho que tenho capacidade especial, apenas tento estar atento a tudo e transformo isto em canção.

8. O que é a arte para você?
Taí uma pergunta difícil. Não sei responder. Quando vejo um quadro do Van Gogh, acho que seja arte. O que eu faço é entretenimento. Tem algumas pitadas de arte, aqui e acolá...
Quando escuto Mozart, acho incrível, vejo muita arte ali...
Mas acho arte tem este papel de trasnformar as pessoas...

9. Quem te inspira? Por quê?
Tom Waits, Arrigo Barnabé, Lars von Trier, Rickie Lee Jones, pois todos estes estão inquietos e procurando novas formas de se comunicar....

10. O que você está lendo agora? Qual o livro preferido em sua biblioteca?
Putz, não tenho lido muito ultimamente. Folheio um ou outro livro. Ganhei um livro do Adolfo Bioy Casares, A invenção de Morel, ainda não terminei.
Meu livro de cabeceira é o LIVRO DO TAO, de Lao Tse...

11. Como é seu processo criativo? Quanto tempo passa desenvolvendo uma ideia? Busco nas ruas, na televisão, nos amigos. As vezes passo meses pensando numa canção... As vezes ela sai em minutos...

12. PC, MAC ou lápis e papel? Por quê?
Mac...
Papel também é bom, pois fica mais quentinho...
O Mac é uma invenção genial... pena que pagamos caro por isso.

13. Blog, Fotolog, Orkut, Facebook ou Twitter? Por quê?
Vixe maria, tudo... resolvi aderir totalmente. Só não tenho blog, pois dá muito trabalho... Mas estou em todos. Pois isto ajuda a divulgar meu trabalho... e adoro estar em contato com os amigos. (nossa que frugal que fui agora...)

14. Existirmos, a que será que se destina?
Bela pergunta, sem resposta!
Viver é bom.

15. Lo que dices y lo que piensas, es lo mismo?
As vezes sim. Me esforço para ser coerente comigo e com os pensamentos. Mas é difícil, as vezes me vejo mentindo para mim mesmo, ou até para os outros. Porém 99% tento ser honesto comigo...

16. Qual o melhor momento do dia para trabalhar? Por quê?
Com Certeza, na madrugada, pois sei que estou só. Silêncio e muita paz.

17. Qual seu site preferido?
No momento o Myspace e o Facebook.

18. É necessário muito treinamento técnico para exercer sua profissão?
Sim e não. Quando se é um cara muito talentoso ele já nasce com tudo em cima.
No meu caso, sempre estou buscando aprender algo novo...

19. Você se incomoda que critiquem seu trabalho?
Não. Adoro, quando recebo crítica... Só fico chateado quando falam besteiras.... mas isto não tem acontecido.

20. Acredita nisso de “não há nada de novo sob o sol”? Você gosta de experimentar e inovar?
Acho que cada vez é mais duro. Mas ainda temos muito chão pela frente. Muitas coisas novas vão aparecer. A internet é uma prova disso tudo. A TV está sendo reinventada pelo Youtube. A musica está passando por um processo, pelo mp3...
Eu gosto muito de experimentar sim, coisas que eu sei vão acrescentar ao meu trabalho.

21. Drama ou comédia?
Comédia com um pouquinho de drama.

22. Houve algum momento que que tenha se dito: “Abandono tudo, não quero mais isso pra mim”?
Nossa, perdi as contas... muitas vezes.

23. Acredita no conceito de alma, espírito, energia vinculada (ou separada) ao corpo?
Sei lá. As vezes acredito, as vezes rezo muito. As vezes gosto de pensar que nada existe, que tudo é transformação como as árvores... mas sinto que tem algo por trás de tudo isso....

24. Voce já diz “No meu tempo não era assim!” ou “Que maravilha a época em que vivemos!”?
Ainda não. O meu tempo é agora como diz o Paulinho da Viola.

25. Os seus nervos são de aço?
Nada. Meus nervos são de Bombril... Qualquer coisa enferruja ou queima logo... Mas tenho amadurecido muito nos últimos 47 anos.

A CLÁSSICA: O que você gostaria de ouvir de Deus quando chegasse lá?
“Senta aqui, não fique aqui tão quieto, senta aqui”

Como é seu local de trabalho?
Tenho um estúdio caseiro, e um escritório pequeno para trabalhar.
E um Iate no quintal para quando estou com preguiça, deito lá e pego um sol.

Obrigada Careqa.

Conheçam mais sobre este Senhor aqui. Ouçam algumas de suas músicas (vale a pena!) aqui. Aqui ele de Tom Waits (demais!). E abaixo a minha favorita.


0 comentários: